Cor do rejunte: o detalhe que faz toda a diferença

Na hora de decorar ambientes, os detalhes sempre são fundamentais para deixar tudo mais bonito. No caso dos rejuntes, isso não é diferente. A massa utilizada para cobrir os espaços entre azulejos e cerâmicas parece não fazer diferença alguma na decoração, mas com certeza faz.

O rejunte não é apenas um detalhe, sua função, além de disfarçar imperfeições no tamanho e em possíveis falhas na aplicação das cerâmicas e azulejos, é unir as peças.

Escolhendo a cor

Na hora de escolher qual a tonalidade do rejunte que você deve usar, algumas coisas devem ser observadas:

Quanto mais parecida for a cor dos azulejos e do rejunte, menos destacado ficará cada quadrado, dando ênfase ao conjunto e conferindo uma impressão de amplitude ao ambiente.

Fonte: Reprodução/ Simples Decoração
Foto: Reprodução/ Blog do Porcelanato

Já se as cores forem diferentes, cada peça do azulejo será destacada, e isso é muito positivo caso você queira dar mais atenção para as formas da cerâmica que usou. Contudo, essa maneira de decorar pode comprimir o ambiente e dar a impressão de que ele é menor. Se você utilizou pastilhas coloridas nas paredes, por exemplo, usar branco destacará cada pedaço da composição colorida.

Foto: Reprodução/ Blog do Porcelanato

Dicas para comprar

Para não errar na hora de adquirir material ideal para a sua decoração, é importante que você tenha acesso ao pó do rejunte, porque só assim você saberá exatamente com qual cor ele ficará após se transformar em massa. Esqueça os mostruários e fixe no rejunte em pó.

Azulejo, cerâmica, rejunte e o lavabo

Em geral, os lavabos não costumam ser cômodos muito amplos, por isso algumas medidas podem ser tomadas para garantir que o espaço fique visualmente maior. A principal delas é apostar em rejunte e azulejos com cores idênticas. Mas se você está priorizando a decoração do seu gosto e não a amplitude do lavabo, faça alguns testes e escolha a cor que te agrada e destaca mais a composição. Solte a criatividade e o bom gosto.

Invista na decoração

Além dos azulejos e cerâmicas, os acessórios do seu lavabo também colaboram para deixar o espaço mais bonito e aconchegante. A Pontto Lavabo tem uma linha de materiais maravilhosos para você aliar ao restante da decoração e deixar o seu lavabo muito bonito para receber quem for à sua casa.

Fonte: Revista Pense Imóveis, Uol, Abril

Apostando no antigo para decorar o banheiro

Não é de hoje que o vintage é tendência. Usar o antigo para melhorar o novo há tempos pode ser visto na moda e agora também entrou nas casas, fazendo parte da decoração. Sempre vemos por aí uma poltrona clássica ou um móvel restaurado na sala de estar, mas os lavabos estão incorporando esse estilo – que tem agradado muito. Mas até que ponto o antigo pode ser usado para revitalizar o ambiente do banheiro?

Décor vintage e retrô

A diferença entre retrô e vintage é justamente o tempo. As peças retrô, ao contrário das vintages, são aquelas novas que possuem características de objetos antigos, como se fosse a releitura de algo. Por isso, se você quer um banheiro do século XIV, não se preocupe em encontrar mobília dessa época, pois o mercado oferece novas versões que remetem ao antigo.

Para ser vintage, no entanto, uma peça precisa ter, no mínimo, 20 anos de antiguidade. Mas nada impede que você use uma peça retrô para garantir o sucesso de sua decoração inspirada em outras épocas.

Na imagem abaixo, foi usada uma mesa com características antigas para decorar o ambiente. Contudo, é pouco provável que essa peça tenha mais de 20 anos

Foto: Reprodução/ Jeito de Casa

Estilo veneziano e vitoriano

Esses dois estilos são bastante comuns quando a decoração é clássica. A Pontto Lavabo já deu dicas de como utilizar espelhos e alguns objetos dessas épocas para deixar a decoração do seu ambiente extremamente elegante. Clique aqui para saber como usá-los.

Foto: Reprodução/ Casa da Anita

Materiais vintage

Dois tipos de materiais podem ser escolhidos para facilitar a sua décor. O primeiro deles é a madeira rústica, tendo em vista que ela concede ao móvel escolhido ou ao cômodo decorado, ares medievais.

Outra possibilidade é o ferro esmaltado, do qual são feitas as banheiras vitorianas. Esse material, quando utilizado em cubas, por exemplo, garante o estilo antigo que você deseja.

Foto: Reprodução/ Roca

Detalhes fundamentais

Você também pode apostar em peças menores para aplicar o estilo vintage ao seu lavabo. Lixeiras, objetos de pia, quadro e até mesmos as toalhas colaboram para deixar o clima do século que você quiser. Conheça a nossa linha de produtos e veja o que melhor se adéqua à décor que você está pensando.

Fonte: Casa e Jardim, Casa Abril, House Beautiful,

Tecidos na decoração de paredes

O tão utilizado papel de parede agora cede a vez para os tecidos. Seguindo uma tendência europeia, cada vez mais pessoas têm optado por essa técnica de decoração, que além de ser mais barata, também é mais prática.

Os tecidos estão caindo no gosto de quem decora porque possuem uma variedade de estampas muito maiores do que papéis de paredes e mais cores do que as tintas. Além disso, a metragem do tecido custa bem menos. A aplicação pode ser feita por leigos, mas o ideal é sempre contar com a ajuda de um profissional

Escolhendo o tecido

Para um bom resultado, nem todo tipo de tecido funciona. Muita elasticidade complica a aplicação. É necessário também prestar atenção às medidas: prefira os tecidos com larguras maiores. Normalmente os que facilitam o trabalho são o algodão, linho e os 100% poliéster.

Foto: Reprodução/ Espaço Mulher

Aplicação

O resultado do uso dos tecidos em paredes é muito bonito, mas alguns cuidados básicos são necessários na hora da aplicação. A parede que receberá a nova decoração deve estar limpa e com uma pintura uniforme, visto que diferentes tons na pintura podem tornar determinadas partes do tecido mais escuras. Cuidado também com o tamanho da peça. Procure sempre comprar um tecido maior que a superfície que o receberá, assim o acabamento ficará perfeito.

Passo a passo

Você precisará dos seguintes materiais para essa técnica:

– Tesoura;

– Pincel;

– Cola;

– Verniz;

– Estilete;

– Rolinhos de pintura.

Como fazer

Separe os materiais e aplique a cola – que deve ser extra forte. Utilize o pincel nessa etapa. Não passe em toda a extensão da parede, pois ela pode secar. Todo o processo deverá ser feito por partes.

Após aplicar a cola, coloque o tecido por cima e deixo-o sem frisos utilizando o rolinho. Assim você fará em toda a extensão da parede.

Tendo utilizado todo o tecido, passe o verniz por cima do tecido e espere secar, o que gerará uma camada impermeável.

O tempo de secagem varia, mas é válido esperar um dia inteiro caso você deseje passar uma segunda demão.

A última etapa é o acabamento e, para isso, você precisa ter certeza que a cola e o verniz já secaram. Use o estilete para retirar os excessos do tecido e agora é só apreciar o resultado.

Foto: Reprodução/ Uol

 

Foto: Reprodução/ Mundo Indica
Foto: Reprodução/ Portal Artesanato

Fonte: Mattand Shari, Casa e Jardim

 

Como escolher o melhor modelo de rodapé para sua casa

Apesar de parecer um mero detalhe, o rodapé é fundamental na decoração da sua casa. Pois além de destacar as cores das paredes e do piso, também serve para proteger as partes mais baixas da construção contra atritos de móveis, calçados e equipamentos de limpeza.

Existem rodapés de vários materiais, como madeira, cimento e até mesmo alguns recicláveis. Os mais comuns são feitos de MDF, porcelanato e PVC. Atualmente, um novo material está disponível e tem feito sucesso no mercado, trata-se do poliestireno, que é resistente à umidade e a cupins. Dessa maneira, ele evita qualquer complicação em ambientes que exigem lavagem com água cotidianamente.

Decidindo a medida

No caso do rodapé, tudo dependerá da altura da parede, ou seja, do “pé direito”. A tendência em voga é usar rodapés cada vez mais altos, chegando, em alguns casos, aos 40 cm. Contudo, quanto maior for o rodapé, maior precisa ser a parede, principalmente se você pretende utilizar rodateto.

Combinando rodapé, parede e piso

Em geral, o rodapé faz parte do acabamento da decoração, então destacá-lo exageradamente poderá chamar mais atenção do que o esperado – mas isso não é desculpa para ele ser branco e sem graça. Contrastar os tons do piso e do rodapé é uma boa maneira de obter um resultado positivo na decoração.

Além disso, se o “pé direito” da casa for bastante alto, vale a pena utilizar um rodateto semelhante ao rodapé para destacar a cor da parede. Contudo, esse efeito pode ser negativo se a parede não for tão alta, dando uma impressão de achatamento.

Outra maneira sofisticada de aproveitar o rodapé é utilizá-lo em conjunto com luzes. Se você optar por esse modelo, primeiro as lâmpadas são inseridas na parede e só depois recortes são feitos no rodapé.

Foto: Reprodução/ Pinterest Tecnisa

No lavabo

Embora no banheiro o uso de rodapés seja contraindicado devido à umidade característica do ambiente, a decoração do lavabo pode ser beneficiada com o uso de rodapés, inclusive os mais altos. Para completar o visual do seu espaço, que tal conhecer alguns produtos da Pontto Lavabo?

Cesto Altto Ponto Lavabo, para comprar, clique aqui
Cuba Atria Plus, para comprar, clique aqui

 Manutenção

Para manter o rodapé da sua casa em bom estado por um tempo maior, é necessário tomar algumas precauções. Se o material que você escolheu foi a madeira ou o MDF, lavar o piso com água não é indicado, tendo em vista que  isso pode inchar o material e danificá-lo a longo prazo. Para as áreas laváveis o ideal são rodapés de plástico, PVC ou cimento. Mantendo a limpeza do rodapé em dia, será necessário fazer menos manutenções. Os principais cuidados a serem tomados são com a umidade e com possíveis falhas na pintura.

Fonte: Casa Abril

Prateleiras ou armários : o que escolher?

Na hora de decorar, muitas dúvidas aparecem. Quais cores usar? Quais tecidos escolher? Móveis claros ou escuros? São muitas perguntas a serem respondidas e uma que tem sido frequente é: usar armários ou prateleiras na decoração?

Ambos cumprem a mesma função prática: guardar coisas. Mas no quesito decoração, eles possuem uma grande diferença. As prateleiras permitem que os objetos fiquem expostos, já os armários não. E, acreditem, isso faz uma grande diferença para a décor da sua casa. Livros, por exemplo, podem ser guardados nos dois móveis, mas apenas nas prateleiras eles serão vistos e farão parte da decoração. O mesmo se pode dizer das louças. Guardadas elas não aparecem, contudo, se as suas taças ficarem expostas, darão um charme ao ambiente.

Funcionalidade

Além das próprias prateleiras e armários poderem ser usados de maneira criativa na decoração, alguns pontos a mais precisam ser analisados. Na cozinha, prateleiras são úteis, mas você precisa cuidar para que os objetos guardados nela não sofram com a gordura proveniente do fogão, visto que eles estarão desprotegidos. O ideal para você que quer usar essa opção é dedicar uma atenção maior à limpeza.

Em ambientes pequenos, optar por prateleiras é o mais apropriado, pois elas ocupam menos espaço que os armários. Mas vale ressaltar: prateleiras em casa significa decoração mais atraente, porém limpeza mais elaborada.

Ouse nas formas

Independente da sua escolha, as possibilidades são inúmeras. Você pode transformar completamente o seu ambiente usando armários ou prateleiras, basta prestar atenção nos detalhes e deixar a criatividade guiar você. Prateleiras suspensas e armários com formatos diferenciados deixam a casa mais sofisticada e moderna.

Foto: Reprodução/ Brave Space Design
Foto: Reprodução/ Apartment Therapy
Foto: Reprodução/ Binth Notes
Foto: Reprodução/ Blog Ecocêntico

 

Foto: Reprodução/ Houzz

Fonte: Casa e Jardim, Brave Space Design, Apartment Therapy

Como usar paredes em degradê para deixar o ambiente mais moderno

Tendência antiga nos cortes e coloração de cabelos, o degradê entrou nas casas e está cada vez mais presente na decoração. Aplicado aos móveis e às paredes, o efeito concede ao ambiente uma sensação de modernidade, alegria e, dependendo da cor, tranquilidade.

Como usar

Em linhas gerais, a ideia do degradê é bem simples. A sua parede passará do tom mais escuro para o mais claro, e isso pode ser feito usando tons da mesma cor ou de cores diferentes – além da técnica poder ser usada nos móveis também.

Fonte: Reprodução/ We can do it

Você ainda pode variar o degradê para outros espaços da sua casa. Em escadas, por exemplo, o efeito é bastante interessante.

Fonte: Reprodução/ Portal O Regional

Como fazer

A técnica do degradê, também conhecida como ombré, pode ser feita por você mesmo. Muitas possibilidades são interessantes, entre elas destacam-se duas:

Degradê com separação marcada dos tons: os tons ficam super separados e suas linhas são extremamente visíveis.

Degradê com separação suave: a diminuição dos tons é quase que imperceptível, muito suave.

Os dois tipos de pintura são bonitos, basta você decidir qual é o seu favorito.

Para quem pretende botar as mãos na massa e renovar a decoração usando o degradê, o indicado é pintar a parede toda com o tom mais claro da cor que você escolheu, para só depois acrescentar camadas com tons mais escuros. Se você escolheu deixar as linhas bem divididas, o processo termina logo após a retirada das fitas adesivas que você deve colar entre os espaços pintados, mas se você optou pelo estilo menos destacado, pode suavizar as divisões com um pincel seco e limpo. Basta passar o pincel nas linhas divisórias antes da tinta secar que o resultado é garantido.

Fonte: Reprodução/ Bella Make
Fonte: Reprodução/ We can do it

Constrastando

Uma dica especial é aliar o dinamismo do degradê a uma mobília de cores neutras ou fazer o contrário: abusar do colorido nos móveis e escolher uma cor neutra para o degradê.  Dessa maneira, errar é quase impossível. E aí, gostou da ideia?

Fonte: P.S. I made this, Ehow, MRV

 

Como usar o animal print na decoração de casas

Se antes usar estampas de animais em roupas ou na decoração da casa era coisa de “perua”, agora é tendência. Há tempos a moda “animal print” caiu nas graças das mulheres e, na Paris Fashion Week desse ano, ela voltou com tudo.

Das passarelas para dentro de casa

No corpo, as estampas animalescas são usadas em bolsas, sapatos, jóias, cintos e outras tantas peças do vestuário feminino. Em casa, elas se misturam à decoração e ficam perfeitas em almofadas, cortinas, tapetes, quadros, roupas de cama e banho e até mesmo cobrindo um sofá inteiro.

Assim como nas roupas, a “animal print” conota um estilo moderno e elegante, mas deve ser utilizada com cuidado para não se tornar um exagero. Por isso, fique atenta às combinações.

Animal Print na sala, no quarto e até mesmo no banheiro

Inserir uma estampa de animal na sala da sua casa é mais fácil, pois ali você possui inúmeras possibilidades de móveis de decoração que podem ser utilizados com esse tipo de visual. Os tapetes e os assentos de poltronas, por exemplo, são grandes aliados para obter um resultado positivo, mas nada impede você de utilizar o estilo em um quadro ou no tampo de uma mesa de centro.

Fonte: Reprodução/dicasdemulher.com.br

 

Fonte: Reprodução/dicasdemulher.com.br

 

Fonte: Reprodução/dicasdemulher.com.br

Já no seu quarto, as estampas animais ficam perfeitas na roupa de cama, como lençóis, cobertores e travesseiros, sendo possível também utilizá-las em luminárias, quadros e tapetes.

Fonte: Reprodução/www.hm.com
Fonte: Reprodução/revistaencontro.com.br

A dúvida para decorar com esse estilo você provavelmente encontrará na hora de aplicá-lo no banheiro. Por mais que pareça que as estampas não combinam com esse ambiente, pode ter certeza que elas ajudam a valorizá-lo. Que tal cobrir uma pequena parede do seu lavabo com uma estampa de zebra? Os papéis de parede com esses motivos também estão em alta. Mas se você preferir ser mais discreta, pode apostar e comprar uma lixeira com estampa “animal” e, com certeza, o efeito também será muito bom.

Fonte: Reprodução/ www.hiperativo.com

Aposte nos animais

Além das estampas que recriam a pele de zebras, leopardos, onças e cobras, outra trend que está em voga é utilizar estampas que mostrem animais inteiros. Sim! Já pensou no quadro de um elefante na sua sala de estar? O estilo “Safári” combinado com estampas étnicas farão sucesso.

Fonte: Reprodução/ www.simplifiedbee.com

 

Fonte: Reprodução/ revistaencontro.com.br

Agora é você soltar a criatividade e o bom gosto, aliar a animal print com os acessórios da Pontto Lavabo e deixar a sua casa na moda.

Dicas para a decoração da casa de praia

Viajar para o litoral é uma ótima oportunidade para fugir do ritmo frenético das cidades e descansar em meio à natureza, principalmente quando estamos em casas bem decoradas e organizadas. Para criar um ambiente agradável, você pode seguir algumas dicas que deixarão o local mais interessante.

Em primeiro lugar, preste atenção nos materiais com que são feitos os móveis. Devido à maresia e ao clima mais quente e úmido da região, eles devem ser mais resistentes, especialmente quando as casas ficam de frente para o mar. O aço puro e a madeira são boas opções, ao passo que o ferro e as peças de fibra natural são menos duráveis quando expostas a essas condições climáticas. No chão, você pode utilizar os pisos cimentícios que parecem madeira, por serem duráveis e fáceis de limpar. No banheiro, o toque de charme fica por conta do porcelanato, com pastilhas nas áreas internas do box.

Se possível, crie ambientes com espaços amplos e arejados, de preferência com várias janelas e portas largas, já que elas facilitam a circulação do ar. Abuse da iluminação natural, você pode escolher portas de vidro em vez das opacas – os ambientes ficam mais claros e dão ilusão de maior espaço.

Quanto às cores, os tons de azul e de branco são a cara da praia e o estilo náutico é o predominante na maioria das casas. Quadros, esculturas ou outros elementos que lembrem as praias e o mar são sempre são bem-vindos. As estampas de conchas, cavalos-marinhos, golfinhos e outros animais da água ficam bonitas em sofás, roupas de cama, almofadas e cortinas. Se a casa possuir uma varanda ou um jardim relativamente grande, coloque redes para você descansar e tirar um bom cochilo.

Confira algumas imagens de casas de praias e seus estilos de decoração:

.

Você sabe o que é Corian?

A principal matéria-prima utilizada em grande parte das cubas da Pontto Lavabo é o Corian, um produto extremamente durável e de altíssima qualidade. O Corian é um material bastante versátil, indicado para ambientes que entram em contato com a água repetidamente, como os banheiros, os lavabos e as cozinhas.

Conhecido por ser um material maciço e ecologicamente correto, ao contrário das pedras naturais, como o mármore ou o granito, o Corian não possui poros e é de fácil limpeza. Além disso, ele dificilmente irá ficar com manchas ou arranhões com o passar dos anos, já que não possui inox em sua composição, mas materiais recicláveis. As emendas das peças em Corian são completamente imperceptíveis e a superfície delas é 100% higiênica, capaz de evitar a proliferação de bactérias ou fungos. Tais fatos fazem do Corian uma das melhores opções do mercado.

Quando utilizado em cubas para banheiros e lavabos, o Corian confere maior modernidade e sustentabilidade ao ambiente. Na Pontto Lavabo você encontra diferentes cubas em Corian, como a Cuba Pollux, a Cuba Angrogna, a Cuba Camerata, a Cuba Pietra Bianca e a Cuba Licenza. Cada uma dessas cubas possui um design único e exclusivo da Pontto Lavabo, veja qual delas se integra melhor ao ambiente que você possui. Para conhecer nossa linha completa de cubas para banheiros e lavabos, clique aqui.

Confira algumas imagens das cubas em Corian:

.

Dicas de como utilizar espelhos na decoração de ambientes

Os espelhos são grandes aliados na decoração de qualquer lar já que com eles é possível ampliar espaços, fazer truques de iluminação e deixar o ambiente muito mais elegante. Ao utilizar os espelhos em banheiros, quartos, salas ou em qualquer outro tipo de cômodo, você irá renovar o local, clarear as áreas escuras e aumentar a sensação de profundidade. Dependendo do modo como você os colocar, os efeitos podem ser diversos, como maior amplitude e iluminação.

Os espelhos são ótimos para duplicar espaços, porém atenção: é necessário reparar nos itens dispostos na parede oposta. Coloque em direção ao espelho as peças que você quer destacar, afinal, elas ficarão duplicadas. Pastilhas espelhadas oferecem maior luminosidade e também ampliam o espaço, ficando bem em casas e apartamentos pequenos.

Você pode revestir paredes inteiras com espelhos ou utilizá-los como pequenos quadros espalhados pelos cantos dos cômodos. Nesses casos, utilize molduras ao redor deles –  sejam elas largas, finas, modernas ou clássicas, veja qual se adapta melhor ao estilo de decoração estabelecido. Outra dica interessante é colocar espelhos grandes, do rodapé ao teto, no final de corredores ou do hall de entrada. Invista em itens que possam ser refletidos, como flores, quadros, objetos artesanais, fotos ou qualquer tipo de decoração chamativa.

Os espelhos maiores são indicados para lavabos, já que esses espaços são, normalmente, bem pequenos. Você pode fazer um jogo de reflexos e colocar espelhos dos dois lados da parede: o resultado fica pra lá de interessante.. Seja criativo e escolha formatos divertidos de espelhos, existem opções circulares e de outras formas geométricas também.

De qualquer modo, os espelhos podem ser dispostos em espaços de qualquer tamanho e são opções versáteis que só irão acrescentar na decoração dos ambientes. Confira algumas imagens que separamos como exemplo para vocês:

.